Erros comuns em inglês

Erros comuns em inglês

Erros comuns em inglês

ERROS COMUNS EM INGLÊS Oops!

ERRAR É HUMANO… Aprender uma nova língua não é tão simples assim. É preciso estudar bastante, se dedicar, colocar o idioma no seu dia a dia e cometer erros. Sim, errar é fundamental para o aprendizado! Só erra quem se arrisca, quem tenta. Assim, você pode ser corrigido e aprender para fazer certo da próxima vez. E nós sabemos que há diversas coisas que causam confusão em quem está aprendendo inglês, então, resolvemos apontar alguns erros comuns para você se adiantar e evitar todos eles. Vamos lá?

 USANDO O AUXILIAR “DID” DO JEITO CERTO

“Did” é o passado simples do verbo “to do”, “fazer” em inglês. E, por ser um cara bacana, este verbo também pode funcionar apenas como auxiliar (sem significar “fazer”). Ele nos auxilia na hora de montarmos uma pergunta ou uma frase negativa em inglês tanto no presente simples quanto no passado simples.

Qual o motivo dos erros? Muitos alunos se confundem com a conjugação do verbo principal quando temos que usar o auxiliar.

Contudo, o uso é muito simples e bastante lógico. Observe o exemplo: Afirmativa: They studied for the test together. (Eles estudaram juntos para a prova.) Para transformar uma frase em pergunta, em inglês, precisamos de um verbo auxiliar na frente do sujeito:

AUXILIAR + SUJEITO DA FRASE + VERBO NO INFINITIVO + COMPLEMENTO

No caso dessa frase, que está no passado simples em inglês, precisamos usar o auxiliar “did”. O que isso significa? – Que o “Did” aparece primeiro – já sabemos que essa forma do verbo auxiliar está indicando o passado, certo? – Depois, colocamos o sujeito da frase, no caso: “they” – E o verbo principal fica no infinitivo – é aí que queremos chegar!

4 Na frase afirmativa, o verbo principal “to study” (estudar) está conjugado no passado simples como “studied” (estou/estudaram). Entretanto, para fazer uma pergunta, deixamos o verbo na sua forma infinitiva. Assim, temos: Did they study for the test together? Entendeu?

Como o auxiliar já indica o passado na frase, não precisamos conjugar o verbo principal no passado também. O auxiliar já fez todo o trabalho, o que deixa a estrutura ainda mais simples! A mesma regra vale para frases negativas.

Observe: Afirmativa: I wanted to sell my car. (Eu queria vender meu carro.) Para colocar essa frase na negativa, usamos o nosso amigo auxiliar “did” e a estrutura para negação, “not”. Então, temos:

SUJEITO DA FRASE + DID + NOT + VERBO NO INFINITIVO + COMPLEMENTO I didn’t (did + not) want to sell my car. Como na regra para perguntas, o verbo principal, nesse caso “wanted”, volta à sua forma infinitiva e é auxiliado pela estrutura “didn’t” (did + not) para transformar a frase em uma negativa.

A PRONÚNCIA EM INGLÊS “TH”

Já teve problemas para pronunciar o “th” em palavras como “think” (pensar), “bathroom” (banheiro), “thirteen” (treze)? Muitos alunos aprendem a usar o som de “f”, mas isso é errado. O certo é falar colocando a língua entre os dentes.

Você pode praticar com palavras como: Math Through With Something Sons mudos Existem diversas palavras em inglês que possuem uma letra muda, ou seja, palavras em que determinada letra não é pronunciada.

Confira os exemplos. Nas palavras “listen” (ouvir), “castle” (castelo) e “often” (frequentemente) não pronuncie o “T”, ele é mudo! Certamente você já viu o “K” fazer o papel de mudo também, não? Esse é o caso de “know” (saber, conhecer), “knot” (nó) e “knife” (faca). E, como não poderia faltar, o “S” também não é pronunciado em “isle” e “island”.

Por último, uma regra que ajuda você também a aprender a usar os artigos em inglês é a do “H”. Na maioria das palavras que começam com essa letra, ela é pronunciada, mas há exceções e elas são: “honesty” (honestidade), “hour” (hora), “honor” (honra) e “heir” (herdeiro).

 EVITE ERRAR COM OS FALSOS COGNATOS

Os falsos cognatos também entram na lista de erros comuns em inglês. Eles quase sempre possuem a mesma origem: são escritos de forma parecida, mas são usados com sentidos diferentes em cada língua. É a velha história do que “parece, mas não é”. Para um aprendiz desavisado, se a pergunta em português for, por exemplo, “Quando você pretende entregar o relatório?”, um erro comum seria dizer: When do you pretend to deliver the report? Porém, o verbo para “pretender” é “to intend” em inglês. Sendo assim, o correto seria: When do you intend to deliver the report? Fizemos uma seleção que ajuda a entender a confusão dos alunos, já que são palavras muito parecidas com o português mesmo.

Confira! INGLÊS O QUE É? COM O QUE PARECE?

Actually Beef College Costume Deception Library Novel Parent Prejudice Pretend Push Support Na verdade Carne bovina Faculdade Fantasia Enganação, mentira Biblioteca Romance como gênero literário Pais Preconceito Fingir Empurrar Apoiar, dar apoio Atualmente: currently, nowadays Bife: steak Colégio: High school Costume: tradition Decepção: disappointment Livraria: bookstore Novela: soap opera Parente: relatives Prejudicar: damage Pretender: intend Puxar: pull Suportar: to bear

CONTINUE APRENDENDO!

Cometer erros durante o aprendizado de um idioma como o inglês é normal e necessário! Agora, o que não pode acontecer é continuar errando e passar vergonha. E como evitar isso? Simples: é só praticar!

Fonte: http://englishlive.ef.com

Erros comuns em inglês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *